Notícias

Greg Black Flag vence na boa em Betim!

Rolou em Betim, no dia 16/09, a última corrida de inverno da Copa BH 2021. E os pilotos não decepcionaram e fizeram uma prova muito limpa, mas ainda assim cheia de emoções.

Não podemos deixar de falar da ausência de Ronan Emediato, um dos líderes do campeonato, que trata uma lesão no ombro esquerdo, mas que promete retornar ainda mais forte para brigar pelo título esse ano! Força aí papai!!!!!!!

A comissão aproveitou a ocasião para dar início a campanha “Procura-se Hulk” por todo kartódromo, já que está desaparecido há duas provas o campeão da última edição, Anselmo Abijaudi. Há quem diga que ele aguarda a temporada de chuvas para retornar, pois como todos sabem, o homem é um fenômeno em pista molhada.

O qualy terminou com pole de Pedro Mancini, que largou ao lado de Marco Brasil, na primeira fila, seguidos de Urias Neto e Greg Fanelli. Leo Oliveira, nome forte, precisou trocar de kart e largou lá atrás na P14.

Todos com coração na ponta da chuteira, digo… sapatilha partiram para a prova da 9ª etapa, e o traçado 11 invertido-chicane exigiu muito da condição física da turma, além da capacidade técnica, já que a “intratável” curva zero, não perdoa a quem não se dedica a executá-la com maestria.

Depois de 22 voltas, venceu Greg Fanelli! Vixe, então você está se perguntando: quantos foram explodidos no caminho?????? Bom galera, para surpresa de muitos e alegria de todos, a vitória foi mais limpa que conta bancária de assalariado no 4º dia útil. Será que se trata da nova fase do Gregão, que parece não querer mais o estigma de batedor? Será que aprendeu a dosar a fome de andar na frente com o estilo rápido e descontraído de pilotar? Veremos em breve…

Apesar de ter ganho a prova na boa, Greg não teve vida fácil, porque Leo Oliveira chegou só 2 décimos depois e garantiu a P2, numa recuperação digna de quem está na disputa pelo título.

Numa corrida colaborativa, Urias Neto chegou na P3 e Pedro Mancini na P4, provando que trabalho de equipe superam tudo, até kart ruim!!! O mestre da regularidade, Marco Brasil, fechou o pódio na P5, depois de uma luta duríssima com o pelotão que tinha ninguém menos que Diego Paiva, Alvaro Paiva, Rogério Kojak, Jadson Queiroz e Julio Gervasio, pasmem, separados apenas por pouco mais de 1 segundo, do primeiro ao último do pelotão.

Essa foi a visão desse pilotinho sapeca toda vida, que aprende um pouco toda corrida, com esse bando de doido que tá sempre disposto a ensinar a nós, novatos no esporte. A pista é lugar onde a gente, por 30 minutos, faz parte de um universo paralelo. Ali a gente não é pai, não é marido, não é chefe, nem funcionário, também não lembra dos problemas, nem desses compromissos mega urgentes do dia a dia. Todos com o intuito de ver os amigos, antigos e novos, descontrair, acelerar na pista para desacelerar da rotina…

Trombamos novamente no dia 07/10, sem chuva. Será???

Grande abraço!!!
F. Mansur

Ficha Técnica:
Vitória:  Greg Fanelli
Pole: Pedro Mancini
Melhor Volta: Leo Oliveira
Ascenção de pelotão: Leo Oliveira

Deliberações:

Não houve punições de pista, nem reclamações posteriores.

E deu Diego Paiva na cabeça!

Fala galera do bem! Rolou em Betim, no dia 26/08, a 8ª etapa da nossa Copa BH. A prova foi realizada em um traçado que é odiado por uns e amado por muitos, já que é muito veloz e também desgastante. Sim! O famoso traçado 5 horário, mais conhecido como quebra costelas!!!

Um grid com apenas 14 pilotos e ausência de alguns dos líderes da tabela, deixou a turma que vem de trás esperançosa por pódio. Mesmo assim, tivemos uma corrida super limpa e sem punições, o que deixa a comissão bem feliz!!! Será o espírito Olímpico, finalmente tomando conta das pistas e dos corações desse bando de Usain Bolt do kart??? Nem tanto, foi só coincidência mesmo…

Deu Diego Paiva na cabeça galera, e não estou falando da grande parte dos cascos dos pilotos, que tiveram o design finalizado por ele, inclusive o meu, mas da grande vitória desse piloto que foi ainda mais valorizada pela disputa acirrada com ninguém menos que Léo Oliveira, num duelo até a última volta. Para quem não sabe além de piloto rápido, o P1 desse pódio também tem o dom da arte de personalização e pintura de capacetes, e veste a cabeça de muitos pilotos aqui de MG. Bom, agora chega de merchan e vamos ao restante do pódio, que ficou assim… Na P3 Chegou Fred Giacomini, sempre evoluindo, seguido de Marco Brasil na P4 e Maurinho, repetindo a P5 da última corrida fecharam o pódio.

Vale destacar a performance de Julio, o BBQ, que largou em último por ter trocado de kart após a bandeirada do qualy e precisou passar 70% do grid, para terminar a prova numa P6, mais suculenta do que Sholder Steak no sábado à tarde!!!!

Não pisca, por que no dia 16/09 tem Betim novamente, no famigerado traçado 11 invertido-chicane. Ah não sabe fazer a curva 1, melhor aprender…

Um abraço de máscara e álcool em gel e até lá!!!

F. Mansur

Ficha Técnica:

Vitória:  Diego Paiva
Pole: Leo Oliveira
Melhor Volta: Diego Paiva
Ascenção de pelotão: Julio Gervasio

Deliberações:
Não houve punições de pista, nem reclamações posteriores.