Notícias

Anselmo Abijaude é o campeão da Copa BH 2020!

Salve, Salve, cambada de Romain Grosjean (acho que o Ericsson me bateu). Após 10 etapas e dois cancelamentos em virtude da pandemia, foi concluída a emblemática décima temporada da tradicional COPA BH de Superkart.

E na noite derradeira, chegamos à décima e última corrida com três pilotos com maiores chances de título. Bicalho Neves liderando e confiante, Ceceu Hulk Sírio logo atrás, dependendo apenas de seus esforços e Léo Tumulto precisando vencer e torcer por resultados ruins de seus oponentes.

Ali mais embaixo, na disputa pelos troféus do TOP5, Adalberto Senna, Kojak Deathstroke, Julio Dartagnan e Maurim (com um tiquim de esperança), iriam decidir as vagas honrosas que concediam belos troféus.

No qualy, Mancini cravou a pole. Ceceu largou em segundo e Léo tinha bom ritmo com o kart trocado e Bicalho Neves também estava logo ali. Tinha tudo para ser uma grande final.

Bom, quando aceitei ser o redator responsável das resenhas, deixei claro que não iria aceitar interferência, censura e não abriria mão da minha liberdade de opinião. Isto posto, vamos lá.

Tinha tudo para ser uma grande final, tinha…

Eu sou totalmente contra a opinião que, numa corrida final, aqueles que não estão lutando por título ou troféus, precisam de um cuidado a mais com os que lutam, como ceder espaço etc etc. Porra, temos que ter o mesmo cuidado com a corrida do colega durante toda a temporada. O camarada sai de casa, investe seu tempo e dinheiro para, na verdade, se divertir e competir na base da lealdade. Então, na final, quem não está brigando por algo no campeonato, tem todo o total direito de brigar por medalha, vitória, se superar, etc. E quem está na luta…que lute, como tem que ser em todas as corridas. Essa é a MINHA visão.

Sendo assim, estávamos no traçado 1, sentido horário e já na primeira curva começou a lama que foi até o final da ferradura. Vários pilotos já ficaram pelo caminho, incluindo um postulante ao título, “Bicalho Neves”, três postulantes aos troféus, Adalberto, Kojak e Maurim, e mais Marcelo Iceman, que está sempre em busca de bons números no seu histórico. Esse entrevero já mudou todo o panorama da corrida final e não era o que queríamos ver.

Mas não parou por aí, lá na frente, Léo Oliveira, Mancini, Ceceu e Guiboua se estranhavam, o que gerou uma batida e a quebra do kart do Tumulto. Lá se vai outro postulante ao título, que tinha problemas e ficaria fora inclusive do Top5 final. Não vou aqui levantar discussão de mérito e peço que ninguém o faça. Vi vídeos, fotos, ouvi os pilotos, aos quais tenho muito respeito e tenho muito a aprender com eles, mas, resumindo, não tem santo, nem vilão e nem bobo. Porém, para o padrão de qualidade COPA BH, isso tudo foi desnecessário e dispensável. Se você é Fanático, Chevette, Pereba ou qualquer outro, você é lá fora, dentro da Copa BH a sua equipe está descrita no site. MINHA visão vol.2.

Depois da confusão, Ceceu se consolidou, manteve o foco e o ritmo forte na ponta e venceu para levantar o caneco. Na P2 apareceu Rodrigo Drummond em ótima prova e mostrando que está voltando aos bons tempos (vamos ver o que 2021 reserva para esse histórico piloto). Júlio Gervásio fez uma prova muito sólida, levou o ponto de evolução, o 3º lugar da corrida e da classificação final (ótimo para quem chegou na sexta colocação do campeonato no dia da decisão). E na P4, o jovem Victor Silva fez sua melhor corrida na Copa BH, pilotou muito bem e deixou o seu recado na pista. Ronan Emediato, também envolvido no enrosco inicial, fechou o pódio. Muita discussão ainda após a corrida, mas tudo foi resolvido entre os envolvidos com cerveja até o sol raiar. Fica o aprendizado.

Nada do que aconteceu nessa corrida ou minhas reclamações ofuscam o título inédito de Anselmo Abijaude, o grande Ceceu Hulk Sírio. O título é merecido, o cara se dedica ao esporte, evoluiu muito em curto espaço de tempo, é um grande esportista e um grande sujeito. Em 10 corridas, Anselmo venceu três vezes, fez três poles e três melhores voltas, que é um ótimo aproveitamento num grid tão qualificado. Anselmo é o sétimo piloto diferente a conquistar a COPA BH.

Além de Ceceu, o top5 final ficou com “Bicalho Neves” como vice-campeão, Júlio “Dartagnan” Gervásio na terceira colocação, Kojak “DeathStroke” Malaguti na quarta e Adalberto “Senna” Diniz fechando os premiados.

Nestas dez corridas, foram seis vencedores diferentes: Ceceu Hulk (3), Bicalho Neves (2), Léo Tumulto (2), Kojak, Adalberto Senna e Mancini Jiraya. Nas poles tivemos a mesma distribuição, ou seja, seis pilotos: Ceceu Hulk (3), Bicalho Neves (2), Léo Tumulto (2), Júlio Dartagnan, Maurim e Ronan Emediato. Já no quesito “melhor volta”, sete pilotos foram beneficiados pelo ponto extra: Ceceu Hulk (3), Mancini Jiraya, Adalberto Senna, Kojak, Léo Tumulto, Scopim, Bicalho Neves e Alan. E para fechar o balanço, o famoso “ponto de evolução” beneficiou 12 pilotos ao longo do campeonato. Antes do Jads perguntar, são dois a mais do que o número de provas em virtude dos empates. Para mim, esses números provam o equilíbrio da competição e o êxito do regulamento.

No campeonato de equipes, a PEREBAS TEAM RACING, que na Copa BH é composta pelo grande campeão Ceceu Abijaude, pelo rei do Açaí e meteorologista Jads (ou Majudson) e pelo figura rara Hélio Pedrolli, levou o caneco. Aliás, Jadson Lenhador, é bicampeão por equipes.

Finalizando amigos, em nome da comissão gostaria de agradecer aos pilotos que compareceram num ano tão complicado, agradecer também a parceria com a comissão na conferência de lastros e análises de vídeos, e acima de tudo, afirmar que contamos com o retorno de vocês para a edição 2021. A COPA BH cresce a cada ano, graças aos pilotos que a compõem! Que venha 2021!

OBS : Bora correr na “KFC – Kart Flash Cup” galera! O novo campeonato irmão da Copa BH! Para detalhes, procure o Kojak !

E como diria Kal-El : “para o alto e avante!!”

@kojakmalaguti (Instagram) 

Quem gosta de serie e cinema, segue lá : @cinekojak  (Instagram)

@copabhkart (Instagram) @kojakRogerio (twitter)

Canal youtube : Rogerio KojakBH

Ceceu, o Hulk da Copa BH, detona em Betim!

Salve, Salve, cambada de Chanoch Nissany. Na última quinta feira a Copa BH voltou ao Kartódromo de Betim para sua penúltima etapa da temporada 2020. Este ótimo intercâmbio vem trazendo cada vez mais, bons frutos, tanto para o campeonato, quanto para os próprios pilotos. É muito importante pilotar em pistas diferentes, com chassis diferentes. Até mesmo por isso a Copa BH vai expandir seu calendário para EUA, Ásia e Europa.

Como de costume, começamos pelos 4 minutos de tomada de tempo para formar o grid e a previsão de alguns se confirmou. Anselmo Abijaude, “Ceceu Banner” ou o “Hulk Sírio”, mostrou que ali é seu quintal e cravou a pole. Seguido pelo constante Pedro “Jiraya” Mancini. Na segunda fila, Kojak Malaguti e Marco Brasil mostravam que poderiam incomodar.

Largada lançada, curva de alta logo à frente e no que o Kojak buscou uma melhor tangente, Alan Silva, vindo da terceira fila deu o bote e já foi em busca do líder. Logo atrás, Kojak, Mancini, Marco, Bicalho e Jads do Açaí tentavam se posicionar.

Com o passar das voltas, a dupla da frente se distanciou e com tempos incríveis, “Ceceu” e Alan seguiram nessas posições até o final. “Jiraya” se manteve a frente do “Deathstroke” por toda a corrida, sem mantendo fora da alça de mira. A corrida era limpa, bem disputada, tanto que não houve punições de pista e nem solicitação de análise de vídeos.

Tudo caminhava tranquilamente, estilo “Conduzindo Miss Daisy” até que… no final da prova, Marcelo “Iceman” pegou a grama, rodou e voltou para a pista igual ao “Seu Boneco”, ou seja, “disx cosxtasx”. No intuito de evitar o choque Júlio D’Artagnan foi para um lado, Maurim para o outro e mesmo assim se embolaram metros depois e quem deu risada dentro do capacete? Léo Tumulto, que vinha penando num kart difícil e nessa vacilada tripla herdou três posições de lambuja. Até ponto de evolução ele ganhou nessa!! Ehh Léo! Com essa ele mantêm chances de título.

E mais emoção no final, enquanto Ceceu e Alan já bebiam água no pódio, Bicalho Neves, na luta pela P4, seguido de perto pelo Marco Brasil, chegou no Kojak e resolveu atacar. Mergulhou por fora, mostrou os cabelos brancos, mas pensou também no campeonato e decidiu levar o garantido para casa.

Vitória bem construída de “Ceceu Hulk Sírio”, que vai decidir com Bicalho Neves na última etapa, quem será o campeão da 10ª temporada da Copa BH. Ambos dependem apenas de si para conquistarem o caneco. Léo Tumulto depende de um bom resultado e uma má sorte dos concorrentes. Adalberto “Senna”, “Kojak” Malaguti (DeathStroke) e Júlio D’Artagnan brigam para levar um troféu para casa. Amigos, tirando a questão do Ceceu e do Neves, dependerem apenas de si, o restante é minha visão, não é estatística, pois teria que considerar descartes, etc, e se eu fosse bom em matemática teria feito engenharia.

A Copa BH volta para sua etapa derradeira no dia 03-12 no RBC, vai ser foda!

Ficha técnica :

  • Pole : Anselmo Abijaude (Ceceu, Hulk)
  • Vitória : Anselmo Abijaude (Ceceu, Hulk)
  • Melhor volta: Alan Silva (“Álan” ou “Alãn”)
  • Ponto de evolução de pelotão : Léo Tumulto e Júlio D’Artagnan (6 posições)

Súmula da comissão :

Não houve envio de vídeos para análise.

Agradecemos aos pilotos convidados Marco Brasil e Flávio Leocádio (Johnny Blaze), por mais uma vez ajudarem na contagem dos lastros e peso. Com o problema da pandemia e ausência de pilotos, a escala estipulada não deu certo e alguns pilotos estão colaborando mais de uma vez.

E como diria Kal-El : “para o alto e avante!!”

Sessão quem é o piloto ? Chanoch Nissany é um ex piloto israelense, que teve alguns dias vexatórios em treinos livres na F1. Sua estreia foi na Jordan amarela em 2004. Os pilotos titulares eram Heidfeld e Pantano. A melhor volta de Nissany foi 14,5 segundos mais lenta que a de Pantano. Em 2005, aos 41 anos, virou piloto de testes da Minardi, que estava de pires na mão. Nos treinos livres da Hungria, antes de rodar e ficar na brita, Nissany ficou a 6 segundos do penúltimo colocado e a 12,9 segundos do líder da sessão.

https://www.youtube.com/watch?v=ofWSBHbgUlg&feature=emb_title

@kojakmalaguti (Instagram) 

Quem gosta de serie e cinema, segue lá : @cinekojak  (Instagram)

@copabhkart (Instagram) @kojakRogerio (twitter)

Canal youtube : Rogerio KojakBH